quarta-feira, 23 de agosto de 2017

O PODER DAS PEDRAS E CRISTAIS - OLHO DE BOI - FORTALECE A DETERMINAÇÃO E O PODER DE REALIZAR

TERAPIA DE CRISTAIS – OLHO DE BOI

 

Resultado de imagem para TERAPIA DE CRISTAIS – OLHO DE BOI

OLHO DE BOI

Pedra de cor predominante vermelha está relacionada ao Chakra Básico é a pedra que representa

EU POSSO REALIZAR. 

Fortalece a persistência, a resistência e a realização material desbloqueando o 1º. Chakra e também fazendo com que a pessoa acredite muito na vida. Portanto, ela é muito boa para depressão, desequilíbrio emocional, falta de fé e perda da autoconfiança. Estimula a disposição física e a atividade mental. Tudo isso com os pés bem no chão.
Sua composição é de Dióxido de Silício com auxiliar em Ferro, Cromo e Manganês.


 OLHO DE BOI:  

Nome popular do feldspato labradorita. Deve ser usado no chacra da base para receber força de determinação e bom uso da vontade terrena.  


DESPERTANDO O CONHECIMENTO - RESPIRAR É UM ATO SIMPLES, QUE FEITO CORRETAMENTE NOS LEVA AO EQUILIBRIO!

INSPIRAÇÃO/ RESPIRAÇÃO



É aprendendo a respirar que nos tornamos inspirados.

A palavra Inspiração tem um interessante significado triplo. Enquanto é comumente definido como um momento de iluminação espiritual criativa, na origem, no latim, a palavra inspiração significa, "introduzir o ar nos pulmões". significa também, animar os outros.

Temos então, componentes físicos, mentais e espirituais para a inspiração.

Quando praticamos a respiração profunda, nós estamos "inspirando" - trazendo a respiração para os mais profundos espaços, treinando-a para circular através do corpo, do diafragma para o abdômen e para os pulmões, e para fora nas narinas.

Com a limpeza de nossos corpos, nosso sangue é recarregado, nosso ser é acalmado e revigorado, bloqueios mentais começam a se dissolver e os nossos chakras abrem-se, permitindo-nos um melhor e maior acesso a nossa energia divina que ilumina o nosso lado criativo e espiritual.

Sempre que somos tão inspirados, nós radiamos este sopro de vida para os outros.

Assim como o mestre da yoga, Paramahansa Yogananda comentou, "Quando nos sintonizamos com a mente infinita durante uma meditação, inspiração, poder criativo e energia fluem para dentro de nós, e alegria divina estende-se de nós para todos os seres "

Preste atenção em como esta respirando e tome o tempo para fazer uma profunda respiração e meditação todos os dias. Veja como a sua energia mental e física começam a mudar com o aumento do oxigênio fluindo pelo seu corpo. Fique alerta para inspirações correspondentes e pensamentos criativos que venham a surgir.

"O sopro de amor e inspiração divina caminha através de mim .

  Respiração: uma maneira de equilibrar as emoções e administrar o stress

Uma forma simples de entender o estresse é pensar que ele ocorre quando nossa demanda é maior que nossa capacidade ou energia. Para lidar com isso temos que descobrir uma maneira não só de aumentar nossa energia, como de conservá-la.  É através da respiração que ganhamos tempo e gerenciamos o estresse, pois a respiração está associada com nossa mente, nossas emoções e nosso corpo.
Emoções como raiva, arrependimento, culpa preocupação, medo e ansiedade consomem nossa energia, porém, nem na escola, nem em casa aprendemos a lidar com estas emoções. Gastamos muito tempo em nosso dia-a-dia com emoções que estão associadas ao passado ou ao futuro e isso é desperdício de tempo. Vivendo o momento atual as emoções experimentadas são: alegria, amor, entusiasmo, paz, calma, afetividade, clareza, produtividade, eficiência; no entanto nossa mente está constantemente oscilando entre o passado e o futuro e muito pouco tempo é realmente vivido no momento presente.
Para vivermos mais tempo no presente e termos mais experiência destas emoções positivas temos que aumentar nosso Prana (energia vital). O Prana, também chamado “Chi” em chinês, está associado à respiração.  Aprendendo a respirar corretamente conseguimos nos livrar do estresse e com isso melhoramos nossa saúde, nosso sono, aumentamos nosso foco, nosso sistema imunológico torna-se mais forte e nossas relações pessoais melhoram. Respira bem é ter mais saúde e disposição para a vida!
 Benefícios do Exercício Respiratório.
  •  Incentivam respiração profunda e diafragmática (que é o tipo de respiração mais fisiológica);
  •  Melhoram a expansibilidade pulmonar e a mobilidade torácica;
  •  Permitem reversão de colapso pulmonar (reversão de atelectasias);
  •  Otimizam as trocas gasosas (com consequente aumento da oxigenação);
  •  Reduzem as complicações pulmonares nos períodos de pós-operatórios;
  •  Promovem bom condicionamento respiratório no pré-operatório de diversas cirurgias permitindo as pessoas realizarem as cirurgias com maior segurança;
  •  Previnem quadros de infecções respiratórias;
  •  Manutenção dos volumes e capacidades pulmonares de pessoas que ficam acamadas;
  •  Fortalecem a musculatura respiratória (reabilitação pulmonar, levando a melhora da qualidade de vida- ex: portadores de DPOC);
  •  Aliviam a dispnéia (falta de ar);
  •  Auxiliam na eliminação das secreções pulmonares (evitam o acúmulo de secreções traqueobrônquicas);
  •  Diminuem o trabalho respiratório;
  •  Minimizam os efeitos deletérios do envelhecimento sobre o sistema respiratório        
  • LIVRO - A SABEDORIA DOS ANJOS - TERRY LYNN TAYLOR

terça-feira, 22 de agosto de 2017

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - A PERFEITA UNIDADE ESPIRITUAL DO ORIENTE E COM O OCIDENTE…

RAMATÍS – O MESTRE DA LUZ UNIVERSAL

Ramatis
Ramatís, ou Swami Rama-Tys, é uma presença polêmica no mundo espírita, com obras psicografadas que abrangem inúmeros aspectos das atividades espirituais. Os textos vão desde fatos da vida de Cristo à bomba atômica e se constituem em uma leitura que revela um caminho de luz acessível a todos.
– Alex Alprim –
Para conhecermos melhor a história de Ramatís, precisamos retroceder até o século 11, na região que viria a ser conhecida como Indochina, e que na época era dominada pelo império chinês. Do amor entre um hindu e uma chinesa, nasceu uma criança que iria se tornar um grande ser de luz. Tinha cabelos negros, pele cor de cobre e olhos castanho-escuros, iluminados.
Pouco se sabe de sua infância. Alguns parcos registros relatam que desde tenra idade ele possuía grande sabedoria, uma vez que já a carregava há várias encarnações. Ele iria estimular as almas a conhecer a “Verdade”.
A criança cresceu e se tornou um verdadeiro guru, ingressando em um dos muitos santuários iniciáticos da Índia. Entretanto, em encarnações anteriores, diz-se que ele já tinha sido o grande matemático e filósofo Pitágoras (cerca de 570 – 496 a.C.), bem como Filon de Alexandria (cerca de 30 a.C. – 40 d.C.), um filósofo judeu responsável pela famosa Biblioteca de Alexandria. Nesse mesmo período, ele desfrutou da companhia inesquecível do mestre Jesus Cristo. Encarnou igualmente como Koot-Humi, um dos mentores de Helena Petrovna Blavatsky (1831 – 1891), a fundadora da Sociedade Teosófica.
Em época ainda mais recuada, ele viveu na Atlântida, quando conheceu o espírito que seria conhecido como Alan Kardec, e com o qual se encontraria novamente em sua passagem pelo Egito, no templo do faraó Mernefta, filho de Ramsés; no Egito, Ramatís era então o sacerdote Amenófis.
Ao longo de suas encarnações, Ramatís sempre teve contato com os grandes sábios de cada era. Em sua vida na Grécia Antiga, no período em que ela estava em plena ebulição cultural, segundo informam algumas psicografias, ele já tinha conhecimento da imortalidade da alma, da purificação através de sucessivas reencarnações, e seus ensinamentos buscavam mostrar as nítidas vantagens de espiritualizar a vida. Ainda cultivava a música, a matemática e a astronomia. Nessa época, ele começou os estudos sobre o deslocamento dos astros e conclui que a Ordem Superior domina o Universo.
Em sua encarnação como Ramatís, ele se distinguiu como grande sábio, tendo feito parte da história da Índia no período da invasão dos arianos, por volta do século 4 a.C. Diz-se ainda que ele teria participado dos acontecimentos narrados no conto épico conhecido como Ramaiana.
Nessa ocasião, realizou seus estudos iniciáticos na China. Posteriormente, fundou um pequeno templo na Índia, sendo adepto da tradição de Rama. Desencarnou jovem, pois sua missão já havia sido cumprida.
Depois disso, no Plano Superior das Inteligências Espirituais, filiou-se definitivamente a um grupo de trabalhadores espirituais conhecido como Templários das Cadeias do Amor. Trata-se de um agrupamento nas colônias invisíveis do Além, que se dedica a trabalhos ligados à corrente oriental de pensamento.
O nome Ramatís (Rama – Tis), ou Swami Rama Tys, como era conhecido em sua época, é uma designação de sua hierarquia e dinastia espiritual. Rama é o nome que se dá à própria divindade, o Criador, cuja força criadora emana para as nossas vidas quando pronunciado corretamente; é um poderoso mantra que ativa os princípios masculino e feminino contidos no Universo. A saudação se torna plena, ativando a semente divina interior, quando se pronuncia Ramaatis.

Os Discípulos de Ramatís

O templo que ele fundou foi erguido por seus primeiros discípulos. Nesse local, ele ministrou e aplicou todos os conhecimentos adquiridos até aquela vida. Diz-se que as pedras usadas em sua construção receberam energias especiais, fruto da evolução de cada discípulo no caminho por ele delineado.
Muitos desses discípulos estão hoje encarnados em nosso mundo. Em sua última estada na esfera física, Ramatís teve setenta e dois discípulos, vindos das mais diversas linhas religiosas e espiritualistas do Egito, Índia, Grécia, China e até mesmo da Arábia; todos queriam ir além e unir-se à irmandade que Ramatís formara.
Após sua passagem, muitos deles não conseguiram se manter dentro do padrão iniciático original, e decaíram. Apenas dezessete conseguiram envergar a simbólica “Túnica Azul” (o domínio da Vontade) e atingir o último grau do ciclo iniciático em seus invólucros físicos.
Mas em seu trabalho espiritual, Ramatís teve contato com os outros discípulos e muitos, ao longo de suas vidas físicas, retornaram ao seio dos seus ensinamentos. Existem vinte e seis adeptos que estão no Espaço Espiritual (desencarnados), cooperando nos trabalhos da “Ordem da Cruz e do Triângulo”; outros se espalharam pela Terra. Sabe-se que dezoito reencarnaram no Brasil, seis nas Américas, e outros, na Europa e Ásia.
Dos dezoito que reencarnaram no Brasil, um deles, Atanagildo, já desencarnou e encarnou novamente, no estado de São Paulo. Outro desencarnado, o professor Hercílio Maes, é considerado um dos que mais contribuiu para a obra de Ramatís no Brasil, tendo publicado vários livros psicografados com mensagens do seu mestre. Outros são: Demétrius, chefe espiritual do GEID (Grupo Espírita Irmão Demétrius); e o dr. Atmos (hindu, guia espiritual e diretor-geral de todos os grupos ligados à Fraternidade da Cruz e do Triângulo), chefe espiritual da Sociedade Espírita Ramatís.
Os discípulos de Ramatís usam os conhecimentos adquiridos para ultrapassar as experiências físicas e sensoriais limitadas pela matéria, respeitando todas as linhas espirituais e compreendendo a necessidade que os homens têm de buscar a Verdade. Essa busca, segundo explicam, ativa o exercício de vôos mais amplos, que acabam por desvendar a verdade crística do mundo.
Diz-se que a Europa se encontra no final de sua grande missão civilizadora e, devido a esse desenlace cármico e espiritual, muitos dos discípulos reencarnados naquelas terras emigrarão para o Brasil. Segundo Ramatís, aqui reencarnarão os que vão anteceder a generosa humanidade do terceiro milênio.
O médium Hercílio Maes, embora fosse reservado quanto a esse assunto, escreveu extensa obra psicografada de Ramatís e, segundo conversas íntimas com pessoas próximas a ele, relatou que teria sido “adotado” por Ramatís quando de sua primeira encarnação expiatória, no Egito, no reinado de Akenaton (Amenófis IV, cerca de 1370 – 1352 a.C.), na qual exercia a modesta profissão de aguadeiro.
Em determinada ocasião, respingou água nas sandálias de uma dama da corte e, num julgamento sumário, foi condenado à morte. Ramatís intercedeu e o faraó ofertou-o a Ramatís. Colaborando com esse relato, em 2002, durante a revisão do livro Akhenaton, obra histórica psicografada pelo médium Roger Bottini Paranhos, constatou-se que Ramatís aparece ali como o sumo sacerdote do faraó, com o nome de Meri-Rá.

A Fraternidade da Cruz e do Triângulo

Na dimensão espiritual, Ramatís exerce uma forte atuação junto à Fraternidade da Cruz e do Triângulo e se empenha em divulgar os ensinamentos de Jesus Cristo. Paralelamente, ensina a atuar segundo a antiga tradição espiritualista do Oriente, estabelecendo assim um intercâmbio entre as correntes espiritualistas do Ocidente e do Oriente.
Segundo relatos de vários espiritualistas, no final do século 19, no Oriente, houve uma fusão entre duas importantes fraternidades. Tratava-se da Fraternidade da Cruz, que divulga os ensinamentos de Jesus, e a Fraternidade do Triângulo, ligada à tradição espiritual oriental. Após essa união, as duas fraternidades – consideradas Fraternidades Brancas – consolidaram uma série de práticas e trabalhos espirituais que resultaram na formação da Fraternidade da Cruz e do Triângulo.
Seus membros usam vestes brancas com cintos e emblemas de tonalidade azul-clara esverdeada. Sobre o peito, trazem suspensa uma corrente com um triângulo lilás luminoso, no qual se encontra uma cruz em forma de lírio, símbolo que exalta a obra de Jesus e da mística oriental. O que os mentores informam é que todos os discípulos da Fraternidade que se encontram reencarnados na Terra são profundamente devotados às duas correntes espiritualistas.
Em seu trabalho no plano espiritual, Ramatís supervisiona as tarefas ligadas aos discípulos na Metrópole Astral do Grande Coração. Segundo informações de seus psicógrafos, atualmente ele participa de um colegiado no Astral de Marte. Os discípulos dessa ordem cultuam os ensinamentos de Jesus, que foi o elo definitivo entre todos os instrutores terráqueos, assim como a sabedoria e o trabalho espiritual de Antúlio, de Hermes, de Buda, de Confúcio e de Lao-Tsé.
Esse é um dos motivos pelos quais os seguidores de Ramatís na Terra – embora profundamente devotados ao pensamento cristão – também têm profundo respeito pela espiritualidade do Oriente.

Ensinamentos e Mensagens

A temática ensinada e discutida nas obras de Ramatís é sempre apresentada a partir de um enfoque universalista, e também encontra paralelo nos temas abordados por André Luiz e outros espíritos do bem. Em suas psicografias,

Descrição de RamatÍs

A aparência de Ramatís, conforme geralmente é apresentada em pinturas e desenhos, deve-se às visões de vários médiuns que entram em contato com ele, recebendo suas mensagens. Ele é apresentado como um espírito que surge envolto em uma luminosidade intensa, com uma aura amarelo-clara com nuanças douradas, circundada por traços finos em azul celeste e carmim.
Seu traje é composto por uma capa que se estende até seus pés, além de uma túnica com mangas muito longas, ajustada por um cinto largo, esverdeado e tão luminoso quanto o restante de suas vestimentas. As calças são fechadas nos tornozelos. A textura das vestes lembra a da seda, imaculada e brilhante, como se fosse feita da pétala de um maravilhoso lírio translúcido. Os sapatos são de cetim azul esverdeado, amarrados por cordões dourados que se enlaçam atrás, acima do calcanhar, à moda dos antigos gregos.
A cabeça é coberta por um turbante com muitas pregas, tendo no meio uma cintilante esmeralda, ornamentada por vários cordões finos de várias cores, que lhes caem sobre os ombros.
Sobre o peito, ele carrega uma corrente,formada de pequenos elos, da qual pende um triângulo de suave luminosidade, emoldurando uma delicada cruz. Sua indumentária sugere a sua posição iniciática, mas sem deixá-la clara; parece uma mistura de culturas, desde o traje até os seus acessórios, parecem banhar-se tanto na cultura oriental quanto ocidental. Embora possa parecer exótico, diz-se que esse tipo de vestimenta era comum aos altos sacerdotes da antiga Atlântida. Ramatís acrescenta temas e mensagens que, geralmente, são abordados pelos chamados ocultistas, esclarecendo pontos obscuros das práticas espirituais.
Outro aspecto interessante no trabalho de Ramatís é o quanto suas revelações e profecias encontram semelhança com as de outros videntes, mencionados no livro Mensagens do Astral.
O ponto central das mensagens e do trabalho de Ramatís – que é seguido por diversas casas espíritas que recebem suas indicações espirituais – é a postura universalista e não-sectária, que permite absorver os conhecimentos espirituais das mais diversas linhas, convergindo dessa forma para uma união semelhante à que se dá no plano etérico entre as fraternidades da Cruz e do Triângulo, refazendo a máxima hermética de que o macrocosmo e o microcosmo estão correlacionados e se influenciam. Segundo relatos, numa conferência pública realizada em 1969, no Instituto de Cultura Espírita do Brasil, o médium Hercílio Maes disse que recebeu informações dos espíritos superiores referentes tanto à atuação de Emmanuel e Chico Xavier, quanto à de Ramatís e do próprio Hercílio Maes, assim como de outros integrantes de futuras equipes de trabalhos espiritualistas. A idéia é que cada qual teria sua função e atuação específica, no sentido de constituir um amplo movimento de unificação que resultaria na implantação, no futuro, de um só rebanho para um só pastor: Jesus Cristo.
Postado em Mythos Editora
Para saber mais:
Sociedade Espírita Ramatis http://www.ramatisrio.com.br
Fone: (21) 2572-7926
Grupo Espírita Irmão Demétrius http://www.geid.hpg.ig.com.br
Fone: (21) 396-0374
Mensagens do Astral – Ramatís, psicografado por Hercílio Maes
Editora do Conhecimento
www.edconhecimento.com.br
Fone: (19) 3451-0143

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - YOGANANDA E SEU ECLÉTICO TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO ESPIRITUAL…

YOGANANDA E SEU ECLÉTICO TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO ESPIRITUAL…

mestres e gurus

MEDITANDO COM YOGANANDA

Paramahansa Yogananda


“O Homem não é importante pelo seu ego ou pela sua personalidade.
O Homem é importante porque, como alma, ele é parte de Deus.”

Amigos, Yogananda é um supremo amante de Deus. Este homem divino, hoje um Mestre Ascenso, deixou-nos um caminho trilhado para o coração de Deus.
“Aquele que nos criou deseja o nosso amor. Ele quer que nós o ofereçamos espontaneamente, sem o Seu pedido. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que nós o ofereçamos a Ele. Portanto, até mesmo o Senhor tem algo a conquistar, o nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não o dermos a Ele.”
– Paramahansa Yogananda
Vejam que Sabedoria: Deus, o Todo Poderoso, Aquele que a tudo possui, não tem o nosso amor, nem o de muitos de seus filhos neste mundo! Amar a Deus acima de tudo, é mais complexo do que podemos imaginar. Isto envolve pensarmos em Deus como se Ele fosse o nosso próprio ar, ao nos afogarmos no fundo do mar… Isto é amar a Deus. Querer a Deus mais do que qualquer coisa neste mundo!
Leia e estude cada palavra do Mestre Yogananda nesta página inteiramente dedicada a este adorador de nosso Deus Pai. Vamos aprender a amar ao Pai com quem soube amar e ensinar este amor como poucos neste mundo, o mestre Paramahansa Yogananda.
Vitória Sempre na Luz


MEDITANDO COM PARAMAHANSA YOGANANDA


VIVENDO NA TERRA

– Sua verdadeira personalidade começará a se desenvolver quando você, através da intuição profunda, for capaz de sentir que não é este corpo sólido, mas sim a divina e eterna corrente de Vida e Consciência que  flui dentro do corpo.
– Quando você olhar a criação, que parece tão sólida e tão real, lembre-se sempre de que são idéias na mente de Deus, cristalizadas em formas físicas.
– Não é necessário viver todo tipo de experiências humana para se alcançar a sabedoria suprema. Você deve ser capaz de aprender com a experiência dos outros. Por que envolver-se em um panorama de infindáveis experiências para enfim descobrir que nada neste mundo jamais poderá fazê-lo feliz?
– O mais sábio é aquele que busca a Deus. O mais bem-sucedido é aquele que o encontrou.

 A LIBERDADE

– Liberdade significa a capacidade de agir guiado pela alma, e não compelido por desejos e hábitos. Obedecer ao ego leva à escravidão; obedecer à alma leva a libertação.
– Até você agir, você é livre, mas depois que agiu, o efeito da ação o perseguirá, quer queira ou não. Essa é a lei do karma. Você é uma pessoa que pode agir com liberdade, mas quando realiza determinado ato, deverá colher os frutos desse ato. 
– A libertação do homem pode ser definitiva e imediata, se ele assim o quiser; não depende de vitórias externas, mas internas.
– O caminho que leva à libertação é o caminho do serviço, ajudando os outros. O caminho para a felicidade é o caminho da meditação e da sintonia com Deus. Derrube as limitações que seu ego lhe impõe; livre-se do egoísmo; liberte-se da consciência do corpo; esqueça-se de si mesmo; ponha fim a esta cadeia de encarnações; embeba o seu coração em tudo, seja uno com toda criação.
– Você nem sabe quão privilegiado é por ter nascido na forma de um ser humano. Nisso você é mais abençoado do que qualquer outro ser vivente. O animal não é capaz de meditar e comungar com Deus. Você tem a liberdade de procurar o Senhor e não a utiliza.
– A alma está presa ao corpo por uma corrente de desejos, tentações, problemas e preocupações, mas está sempre tentando libertar-se. Se você ficar puxando essa corrente que o prende à consciência mortal, qualquer dia a invisível Mão Divina intervirá, partirá os grilhões e você estará livre.
– Poder fazer de tudo o que se queira não é o verdadeiro sentido da liberdade de ação. Você deve examinar até que ponto  é livre e até que ponto está sendo influenciado pelos maus hábitos. Ser bom porque isto se tornou um hábito, também não é liberdade. Sentir uma tentação não é pecado, mas ser capaz de resistir e vencer a tentação é força. Isto é liberdade, porque você está agindo por livre vontade e livre escolha.
– Quando pelo discernimento e  ação correta o homem torra todas as sementes das más tendências acumuladas na mente, cada célula microscópica do cérebro torna-se um trono para um brilhante rei de sabedoria, inspiração e saúde, que canta e proclama a glória de Deus para as células inteligentes do corpo. Os homens que alcançaram este estado são realmente livres. Estes seres liberados não serão tocados pelo karma nas futuras encarnações. Quando reencarnam, fazem-no exclusivamente para enxugar as lágrimas daqueles que ainda estão presos ao karma. Estes mestres liberados estão aureolados por uma invisível luz curativa. Eles espargem, por onde passam, a luz da prosperidade e da saúde.
– Swami Sri Yukteswar disse a Paramahansa Yogananda: “liberdade da vontade não consiste em praticar ações de acordo com os ditames de hábitos pré-natais ou pós-natais, nem de acordo com os caprichos da mente. Ter uma vontade livre é agir de acordo com as sugestões da sabedoria e da livre-escolha. Se você sintonizar sua vontade com a minha (a vontade guiada pela sabedoria do guru), você achará a liberdade.”
–  Resolva que você não será mais afetado pelos problemas; que não será mais tão sensível; que  não será mais vítima de hábitos e humores; resolva que você será livre como um pássaro.
– Você não poderá ser livre enquanto não queimar as sementes das más ações passadas no fogo da sabedoria e no fogo da meditação.

A PRÁTICA DA PRESENÇA DE DEUS

– Certa vez, quando estava meditando, ouvi Sua voz sussurrando: “Tu dizes que Eu estou distante, mas é porque não te interiorizas.  É por isso que dizes que estou longe. Eu estou sempre aqui. Espia o teu interior e Me verás.  Estou sempre aqui, pronto para te saudar.”
– Quando meditares, mergulha tua mente em Deus. E quando estiveres trabalhando faze-o com todo o coração.  Mas assim que terminares, põe tua mente no Senhor. Quando aprenderes a praticar a Presença de Deus em todos os momentos em que estiveres livre para pensar Nele, então, mesmo no meio do trabalho, estarás consciente da comunhão divina. 
– Por onde quer que a tua mente perambule no labirinto das miríades de pensamentos mundanos, pacientemente leva-a de volta à lembrança do Deus interno. Com o tempo tu O acharás sempre contigo – um Deus que fala contigo na tua própria linguagem, um Deus que te observa de cada flor ou folha de grama.  E então dirás:  “Sou livre! Estou vestido com o manto diáfano do Espírito; estou voando da terra ao céu nas asas de luz”.  E que alegria consumirá o teu ser! 
– Deus é acessível. Falando com Ele e ouvindo Suas palavras nas Escrituras, pensando Nele, sentindo Sua presença na meditação, verás que gradualmente o irreal se torna real e o mundo que te parece real será percebido como irreal. Não há alegria igual a esta percepção.
– Embora eu esteja planejando e fazendo coisas neste mundo, tudo tem por objetivo agradar o Senhor.  Eu me ponho à prova, mesmo trabalhando, murmuro interiormente: “Onde estás, Senhor?” e o mundo inteiro se transforma.  Não existe nada mais além de uma grande Luz e eu sou uma pequena bolha naquele Oceano de Luz. Tal é a alegria da existência em Deus.
– Como é fácil preencher o dia com tolices e como é difícil ocupá-lo com atividades e pensamentos que valham a pena. Contudo, Deus não está muito interessado no que estamos fazendo, mas no que estamos pensando. Cada um tem uma dificuldade diferente, no entanto Deus não aceita desculpas. Ele quer que a mente do devoto esteja absorta Nele, apesar de quaisquer circunstâncias adversas.
– Reze a Ele: “Senhor, Tu és o Mestre da criação, por isto eu venho a Ti. Não desistirei jamais, até que fales comigo e me faças perceber a Tua presença.  Não viverei sem Ti.”
– Não pode haver desculpas para não pensar em Deus. Dia e noite, sussurrando por trás dos pensamentos, Deus! Deus! Deus!… Quer estejas lavando pratos, cavando uma valeta, trabalhando num escritório ou num jardim – qualquer que seja a tua atividade – diz internamente: “Senhor, manifesta-Te a mim! Tu estás aqui mesmo. Tu estás no sol. Tu estás na relva. Tu estás na água. Tu estás nesta sala.  Tu estás no meu coração”.
– Qualquer que seja a direção em que gires uma bússola, seu ponteiro indicará sempre o norte.  Assim é o verdadeiro yogue. Ele pode estar imerso em muitas atividades, mas a sua mente está sempre no Senhor. Seu coração canta sempre: “Meu Deus, meu Deus, o mais querido de todos!”.
– Quando vires um lindo por do sol, pensa contigo mesmo: “É Deus pintando o céu”. Ao fitar o rosto de cada pessoa que encontrares pensa interiormente: “É Deus que assumiu esta forma”. Aplica esta linha de pensamento a todas as experiências: “O sangue no meu corpo é Deus, a razão na minha mente é Deus, o amor em meu coração é Deus, tudo o que existe é Deus”.

PAZ E SABEDORIA

– Todos os dias, você deve sentar-se calmamente e afirmar com profunda  convicção: “Nascimento, nem morte, nem casa eu tenho; pai e mãe, não tenho também. Santo Espírito, Eu sou Ele. Eu sou a Felicidade Infinita.” Se você repetir sempre essas palavras, dia e noite, finalmente perceberá o que você realmente é: uma alma imortal.
– Tristeza, doença e fracasso são conseqüências naturais de transgressões das leis de Deus.  A sabedoria consiste em evitar tais violações e encontrar paz e felicidade em si mesmo, através de pensamentos e ações que estejam em harmonia com o seu verdadeiro Ser. Controle a sua mente com sabedoria, direcionando-a para os aspectos positivos da vida. Não se satisfaça com as gotas de sabedoria das escassas fontes terrenas; antes, busque a sabedoria desmedida das mãos de Deus, tão generosas e que tudo possuem.
– A paz é encontrada quando nos rendemos ao bem através da devoção. As pessoas que são amáveis, que praticam a quietude interior e que se deleitam com a meditação e com as boas ações, são realmente pacíficas. A paz é o altar de Deus; a condição na qual a felicidade existe.
– Concentre sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas (como na meditação), no ilimitado lago de paz. Sinta o eterno círculo de paz ondulante à sua volta. Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo. Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente. A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções.
– O indivíduo pacífico permanece calmo até quando necessita trabalhar; então ele passa à ação. E tão logo termina, volta ao seu centro de calma. Seja sempre calmo, como o pêndulo, que é imóvel, mas pronto para agir sempre que necessário.
– Se você quer viver em paz e harmonia, afirme a divina calma e paz, e irradie somente pensamentos de amor e boa vontade. Viva você mesmo uma vida de plenitude divina, de modo que todo aquele que cruzar o seu caminho seja ajudado só pelo fato de estar perto de você.
– Ser controlado pelas oscilações de humor é ser parte da matéria. Se você fixar a sua mente na resolução de nunca mais perder a paz, então você poderá alcançar a graça divina. Mantenha no seu íntimo um santuário secreto de silêncio, onde não será permitida a entrada das oscilações de humor, das aflições, das lutas ou da desarmonia. Todos os sentimentos de ódio, vingança e desejos em geral, devem ser deixados do lado de fora. Neste refúgio de paz, Deus lhe visitará.
– Quando você tiver paz em todos os movimentos do seu corpo, e paz em seus pensamentos e na sua força de vontade, e paz no seu amor, e paz e Deus em suas ambições, lembre-se: você conectou Deus à sua vida.
– Sê honesto contigo mesmo.  O mundo não é honesto contigo.  O mundo adora a hipocrisia. Quando fores honesto contigo mesmo encontrarás o caminho da paz interna.
– Quando nos tornarmos impregnados com a alegria de fazer os outros felizes, dando-lhes a paz Divina, saberemos então que Deus está Se expressando através de nós.
– Quando um enxame de preocupações invadir a sua mente, não se deixe afetar. Espere calmamente enquanto procura o remédio. Pulverize as preocupações com o poderoso antídoto da sua paz.

ATITUDE CORRETA

– Enquanto estivermos imersos na consciência do corpo, seremos como estranhos num país desconhecido. Nossa terra natal é a onipresença.
– Eu sabia o que queria, muito antes de ingressar na ordem monástica da SRF. Eu não vim por honrarias, nem por prazeres, nem por favores. Eu vim em busca de Deus.
– Algumas coisas me surpreenderam e até me desapontaram, mas eu continuei, passo a passo, até que um dia eu entendi completamente a relação Guru-discípulo. Eu entendi que se o Mestre não tivesse me disciplinado, mas ao contrário, houvesse me tratado com o que se chama de bondade, eu nunca teria me conhecido, nem teria conhecido as minhas necessidades espirituais.
– Evite olhar a vida de modo negativo. Por que baixar o seu olhar para os esgotos quando há encanto por todos os lados? Pode-se sempre achar alguma falha, mesmo nas maiores obras de arte, da música e da literatura. Mas não é bem melhor gozar seu encanto e grandiosidade? A vida tem um lado claro e outro escuro, pois o mundo da relatividade é composto de luz e sombras. Se você deixar que os seus pensamentos se ocupem com a maldade, você se tornará feio. Veja o bem em tudo e você absorverá a qualidade da beleza.
– Eu nada espero dos outros; logo, suas ações não podem se opor aos meus desejos.
– Quando disserem que você é bom, não relaxe, mas procure tornar-se melhor ainda. A sua evolução constante dará felicidade a você, para aqueles que estão a sua volta e a Deus.
– Não se ocupe com os defeitos dos outros. Use o pó mágico da sabedoria para manter limpas e impecáveis as dependências da sua própria mente. Pelo seu exemplo, outras pessoas sentir-se-ão inspiradas a fazerem sua própria faxina.
– Viva somente no presente e não no futuro. Faça hoje o melhor possível. Não se preocupe com o amanhã.
– Paramahansa Yogananda numa homenagem póstuma à Irmã Gyanamata: “Nunca presenciei nem ouvi a Irmã Gyanamata criticar alguém; nunca ouvi uma palavra áspera de seus lábios. Os discípulos que tiveram a felicidade de conhecê-la, sentiram uma nova inspiração e todos disseram: Ela realmente é uma santa.”

RENDER-SE  A DEUS

– A maior de todas as tarefas é lembrar-se de Deus. A primeira coisa a ser feita pela manhã é meditar Nele e pensar como você tem dedicado sua vida ao Seu serviço, de forma tal que, durante todo o dia, você estará cheio de Sua alegria.
– Não há outro caminho para alcançar o amor de Deus senão entregar-se a Ele. Domine a sua mente para que você possa oferecê-la a Deus.
– Amado Pai, quaisquer que sejam as provações que eu tenha que enfrentar, sei que representam o próximo degrau no meu desenvolvimento. Aceitarei de bom grado todos os testes, porque sei que tenho dentro de mim a inteligência para entender e a capacidade para vencer.
– Se Deus me dissesse hoje: “Volte para casa!”- sem qualquer hesitação eu deixaria todas as minhas tarefas aqui – organização, construções, metas pessoais – e me apressaria a obedecer-lhe. Tomar conta do mundo é responsabilidade de Deus. Ele é o fazedor, não você nem eu.
– No silêncio da noite, do âmago do meu coração clamarei: – “Fala Senhor, pois o Teu servo escuta”. Quando soar o toque para uma tarefa desagradável, eu responderei: – “Aqui estou Senhor, dá-me Tuas ordens.”
– Que cada ato da minha vontade seja impregnado com Tua vitalidade divina. Ornamenta com Tua bondade cada conceito pessoal, cada opinião, cada ambição. Ó divino escultor, molda a minha vida segundo o Teu plano!
– O Senhor sabe o curso dos nossos pensamentos. Ele não Se revelará enquanto não Lhe tivermos entregue o nosso último desejo terreno; enquanto não Lhe tivermos dito: “Pai, guia-me e possui-me”.
– Quando alguém me diz o quanto tem trabalhado para Deus, vejo a pobre situação em que se encontra o seu espírito. Aqueles que trabalham para o Senhor com a atitude correta, nunca pensam em termos de quanto eles estão fazendo para o Pai Celestial. Ao contrário, pensam apenas sobre quanto Deus está fazendo por eles ao dar-lhes um corpo com o qual podem prestar serviços aos outros, uma mente para pensar Nele e nas Suas maravilhas, e um coração para amá-Lo como seu Pai, seu Criador e único Benfeitor.
– Não importa quão duro seja o seu trabalho, nunca vá dormir sem dar a Deus uma profunda atenção. Você não morrerá; mas morra pelo Senhor, se necessário.
– Senhor, minhas mãos e meus pés estão trabalhando para Ti. Recebi um determinado programa de serviço para executar neste mundo, e tudo o que faço é para Ti. Entregue-se a Deus e você verá a sua vida transformar-se numa doce melodia. Se você procurar fazer tudo com a sua consciência voltada para Deus, você verá com alegria que cada dia Ele estará escolhendo determinadas tarefas para você executar.

PURIFICAÇÃO

– Renuncie à escravidão dos desejos da matéria. Enquanto você não tiver estabelecido seu domínio espiritual sobre o corpo, este será seu inimigo. Lembre-se disto sempre! Não tenha outro desejo senão o de proclamar o nome do Senhor, pensar Nele e cantá-lo todo o tempo. Que alegria! Poderá o dinheiro proporcionar-nos tal alegria? Não! Essa alegria vem somente de Deus.
– O reino da minha mente está enegrecido com a ignorância. Possa eu através de constantes chuvas de diligente auto-disciplina, remover do meu reinado de descaso espiritual os antigos escombros da desilusão.
– Ninguém poderá forjar o aço sem que o ferro tenha ficado incandescente. Do mesmo modo, as dificuldades da vida não são feitas para nos magoar. Todo aborrecimento e doença contém uma lição para nós. Nossas experiências dolorosas não são para nos destruir, mas sim para queimar as nossas impurezas, a fim de que a nossa volta ao Lar seja apressada. Ninguém está mais esperançoso pela nossa libertação do que Deus.
– A disciplina é a mesma, tanto para o aspirante iogue do ocidente, como para o do oriente. Ele deve vigiar-se para não dar uma atenção exagerada a assuntos da matéria. Se constatar que tem tempo para tudo, menos para Deus, deverá usar a vara da auto-discilpina. Por que ter medo? Você só terá a lucrar. Se o próprio homem não gritar e lutar pela sua salvação, você acha que outra pessoa o fará por ele?
– Ao praticar o bem, devemos sofrer às vezes. Para encontrar Deus, precisamos estar dispostos a sofrer. O que é suportar o desconforto da carne e a disciplina da mente para ganhar o consolo eterno do Espírito? A felicidade de Cristo em Deus era tão grande que ele não se importou em sacrificar seu corpo por Ele. O propósito da vida é alcançar essa imensa felicidade, que é encontrar Deus.
– Eu vim para medir o avanço espiritual, não somente pela luz que cerca o indivíduo quando ele medita ou pelas  visões que ele tem dos santos, mas pelo que ele é capaz  de suportar no dia a dia. A grandeza do Cristo não era apenas que Ele podia entrar em meditação e gloriosamente realizar sua unidade com o Pai, sua absoluta unidade, mas também aquilo que Ele podia suportar.
– Yoga é definido e científico. Yoga significa união da alma com Deus, através de métodos gradativos com resultados conhecidos e específicos. Ele ergue a prática da religião acima das diferenças dogmáticas. Meu guru, Sri Yukteswar, exaltava o Yoga; ele não indicava, entretanto, que a realização divina ocorreria imediatamente. “Você deve trabalhar duro por ela”, ele me contou. Eu trabalhei, e quando os resultados prometidos chegaram, eu vi que o Yoga é maravilhoso.
– Kriya Yoga é o verdadeiro “rito do fogo”, muitas vezes enaltecido no Gíta. O iogue arroja seus anseios humanos numa fogueira monoteísta consagrada ao Deus incomparável. Nesta autêntica cerimônia do fogo, todos os desejos passados e presentes são o combustível consumido pelo amor divino. A Flama Última recebe em holocausto a derradeira loucura humana e o homem se vê livre de escórias. Seus ossos metafóricos despojados de toda carne sensual, seu esqueleto carmico branqueado pelos sóis -sépticos da sabedoria, sem ofensas ao homem e ao Criador, ele se encontra limpo.

MENSAGEM PARA DEZEMBRO

– A celebração real do Natal é a realização interior da Consciência Crística. É de extrema importância para todo homem, qualquer que seja sua religião, que ele experimente dentro de si mesmo este “nascimento” do Cristo Universal.
– O universo é o corpo de Cristo: interiormente presente em toda parte, sem limitação, é a Consciência Crística. Quando você puder fechar os olhos e, através da meditação, expandir sua consciência até sentir o universo inteiro como seu próprio corpo, então Cristo terá nascido em você. Você concluirá que sua mente é uma pequena onda do oceano de Consciência Cósmica, no qual o Cristo habita. 
– A Self-Realization Fellowship iniciou a prática de dedicar um dia inteiro no Natal para adoração meditativa de Cristo, e essa idéia nunca morrerá. Do mesmo modo que nós, na Sede Central em Los Angeles, celebramos espiritualmente o nascimento de Jesus, dedicando um dia de meditação em 23 de dezembro, que todos os devotos do Cristo possam também dedicar esse dia  para a celebração do Natal Espiritual em profunda meditação.
Dediquem o dia 25 de dezembro como o Natal Social, participando das festividades natalinas com parentes e amigos. Um dos sinais mais encorajadores de um renascimento espiritual no mundo hoje é a boa-vontade dos cristãos em observar o nascimento de Jesus através de encontros para meditação longa. Com o tempo, esse costume deverá ser generalizado e adotado por todos os Cristãos – eu profetizo.

A MEDITAÇÃO

– O universo é o corpo de Cristo: interiormente presente em toda parte, sem limitação, é a Consciência Crística. Quando você puder fechar os olhos e, através da meditação, expandir sua consciência até sentir o universo inteiro como seu próprio corpo, então Cristo terá nascido em você. Você concluirá que sua mente é uma pequena onda do oceano de Consciência Cósmica, no qual o Cristo habita. 
– Pela meditação nós unimos a pequena alegria da alma com a grande alegria do Espírito. O ato da meditação não deve ser confundido com o ato da concentração comum. A concentração consiste em retirar a atenção de distrações e focalizá-la em qualquer pensamento em que estejamos interessados. A meditação é uma forma especial de concentração na qual libertamos a atenção da inquietude em nós e a focalizamos em Deus. A meditação é, portanto, a concentração que usamos para conhecer Deus.
– Lembre-se de que, quanto mais longa for a sua meditação, tanto mais você estará próximo do jubiloso contato com o silencioso Deus. A intensidade consiste em tornar a meditação de hoje mais profunda que a de ontem, e a meditação de amanhã mais profunda que a de hoje.
– Não diga: “Amanhã meditarei mais longamente”. De repente você verá que se passou um ano e você não realizou suas boas intenções. Ao contrário, diga: “Isto pode esperar, aquilo pode esperar, mas minha busca por Deus não pode esperar”.
– A mais destrutiva flecha da desilusão de Maya é a resistência à meditação, pois esta atitude nos impede de entrarmos em sintonia com Deus e com o Guru.
– As coisas essenciais devem ser postas em primeiro lugar. Ao acordar de manhã, medite. Se não fizer assim, o mundo o absorverá e você esquecerá Deus. À noite, medite, antes que o sono o convide. Estou tão fortemente enraizado no hábito de meditar que, mesmo deitado, estou meditando. Não durmo de forma usual. O hábito de estar com Deus tomou o primeiro lugar.
– Mesmo quando encontrar Deus faça uma meditação curta, mas tão intensa, que terá a impressão que passou muitas horas com Ele.
– Quanto mais você medita, mais pode ajudar os outros e mais profundamente estará em sintonia com Deus. As pessoas egoístas permanecem espiritualmente estagnadas, mas os altruístas expandem sua consciência. Quando achar a sua onipresença na meditação, você encontrará a Deus. Se Ele estiver satisfeito, toda a natureza trabalhará em harmonia com você. Aprenda a falar com Ele com toda sua alma.
– Por que Deus se revelaria facilmente a você? Você que trabalha duramente por dinheiro e tão pouco por Realização Divina! Os santos hindus dizem que se dedicássemos um período de 24 horas em contínua e ininterrupta oração, o Senhor apareceria a nossa frente ou se revelaria a nós de algum modo. Se devotarmos pelo menos uma hora diária em profunda meditação Nele, com o tempo Ele virá a nós.
– Não importa o que possa acontecer ao seu corpo, medite. Nunca se deite à noite sem antes ter comungado com Deus. O seu corpo lhe lembrará que você trabalhou bastante e necessita de repouso, mas quanto mais você ignorar as suas solicitações e concentrar-se no Senhor, tanto mais a sua vida será vibrante de alegria, como um globo incandescente. Então saberá que você não é o corpo.
– Não se lamente se você não vir luzes ou imagens na meditação. Aprofunde-se na percepção da Bem-Aventurança porque é nela que você encontrará Deus. Não procure só uma parte, mas o Todo.
– Quanto mais adoçante você puser na água, tanto mais doce ela ficará. Do mesmo modo, quanto mais você meditar com intensidade, maior será o seu progresso espiritual.
– Nenhum idioma humano será capaz de descrever a alegria que você descobrirá no silêncio, atrás dos portais da sua mente. Mas você precisa se converter; você precisa meditar e criar esse ambiente.

O ESFORÇO

– Tudo melhorará no futuro se você estiver fazendo um esforço espiritual agora.
– Praticar yoga é meio caminho andado. Mesmo que você não se sinta entusiasmado no início, se persistir na prática virá a sentir aquele enorme desejo por Deus, que é necessário se você quiser encontrá-lo.
– Por que não fazer o esforço? De onde vêm as coisas belas da criação que nunca cessam de se manifestar? De onde vem a inteligência das grandes almas, senão do reservatório do espírito Infinito? E se todos esses milagres que você vê à sua volta não bastarem para induzi-lo a procurá-lo, por que haveria Ele de revelar-se a você?
– Deus lhe deu a capacidade de amar para que você anseie por Ele, acima de tudo. Não faça mal uso do seu amor e do seu raciocínio. Não desperdice a sua concentração e inteligência em falsos objetivos.
– Muitas vezes ficamos sofrendo sem fazer uma tentativa para mudar as coisas; é por isso que não achamos paz e contentamento permanentes. Se perseverarmos no esforço, certamente seremos capazes de vencer todas as dificuldades. Precisamos fazer o esforço para sairmos da miséria para a felicidade e do desânimo para a coragem.
– Para persuadir Deus a dar-Se é necessário zelo firme, incessante. Ninguém pode ensinar este zelo a você. Você tem que desenvolvê-lo por si próprio. “Você pode levar um cavalo para a água, mas não pode fazê-lo beber.” Porém, quando o cavalo está com sede, ele procura a água com zelo. Então, quando tiver uma imensa sede pelo Divino, quando não der importância a nada mais – nem ao teste do mundo, nem ao teste do corpo – então Ele virá.
– Aqueles que não reservam tempo à sua religião não podem esperar saber tudo de uma só vez sobre Deus e sobre o futuro. Normalmente as pessoas não fazem o esforço, ou se fazem, o esforço não é profundo e sincero o suficiente. A noite deveria ser passada com Deus. Você dorme mais que o necessário, e assim desperdiça muitas horas valiosas. A noite foi feita para esconder todas as atrações do mundo e você deve, o mais atenciosamente possível, explorar o Reino de Deus.
– Todas as almas são iguais. A única diferença entre eu e vocês é que eu fiz o esforço. Eu mostrei para Deus que eu O amo, e Ele veio a mim. O amor é o ímã do qual Deus não pode escapar.
– Eu sempre acreditei que se eu tentasse com um pouco mais de esforço, poderia causar as circunstâncias que parecem estar acima do meu alcance. Saiba que ninguém, nem mesmo um mestre, pode fazer tudo por você . Você tem que fazer mais por si mesmo.
– Lembre-se: se você não encontra Deus é porque não está fazendo bastante esforço na sua meditação. Se, com um ou dois mergulhos, você não encontra a pérola, não culpe o oceano por isso. Culpe os seus mergulhos, pois você não está mergulhando bastante fundo. Se mergulhar bem fundo, encontrará a pérola da presença de Deus.
– Você deve aumentar a força do seu corpo e, em seguida, aumentar a força de sua mente. A melhor maneira para aumentar o poder mental é tentar realizar, cada dia, algo que valha à pena. Escolha alguma tarefa digna ou um projeto que lhe disseram ser impossível você fazer, e tente fazê-lo. Esforce-se, todos os dias, para realizar algo que você sempre pensou que não poderia realizar.
– Você deve fazer um grande esforço. Esqueça o passado e confie mais em Deus. Nosso destino não é predestinado por Ele; nem o carma é o único fator, apesar de nossas vidas serem afetadas pelos nossos pensamentos do passado e pelas nossas atividades do passado. Se você não está feliz com a maneira que a vida está se tornando, mude o padrão. Eu não gosto de ouvir pessoas atribuindo o fracasso do presente a erros do passado; fazer isto é preguiça espiritual. Ocupe-se e capine o jardim da sua vida.
– Todas as experiências sobre as quais eu lhes falei são cientificamente atingíveis. Se você seguir as leis espirituais, o resultado é certo. Se o resultado não vier, procure as falha do seu esforço. A intensidade em todas as suas práticas religiosas é o único caminho. Aqueles que não meditam regular e profundamente são impacientes quando meditam, e desistem depois de um curto esforço. Mas se você fizer um esforço maior dia após dia, a habilidade de aprofundar-se chegará. Eu não tenho que fazer nenhum esforço agora; o mundo inteiro some instantaneamente quando eu fecho meus olhos e olho fixamente no Centro Crístico (o olho espiritual, na testa, entre as sobrancelhas).

A CORRETA ATIVIDADE

– Se a sua mente está plenamente identificada com suas atividades, você não poder estar consciente do Senhor. Mas se você estiver interiormente calmo e receptivo a Ele enquanto está ativo exteriormente, então você está corretamente ativo.
– Somente você é responsável por si mesmo. Ninguém mais pode responder por seus deveres quando o ajuste final chegar. O seu trabalho no mundo – na esfera onde o seu karma, sua própria atividade passada, colocou você – pode ser realizado somente por uma pessoa: você mesmo. E o seu trabalho pode ser denominado um “sucesso” somente quando, de alguma maneira, servir aos seus semelhantes.
– Antes de iniciar um importante empreendimento, sente-se quietamente, acalme seus sentidos e pensamentos e medite profundamente. Você então será guiado pela grande força criativa do Espírito.
– Cumpra as pequenas e grandes tarefas com profunda atenção, lembrando que Deus o está guiando e orientando a cada esforço feito, visando alcançar um nobre objetivo.
– Eu assumo mais e mais tarefas, mas nunca me sinto sobrecarregado, porque eu faço tudo para Deus.
– Você nasceu para realizar uma missão divina, a sua reunificação com Deus. Entenda como isto é tremendamente importante. Não permita que o seu pequeno ego seja um obstáculo à conquista de sua meta divina.
– Se tivermos equilíbrio interno, poderemos desempenhar harmoniosamente os nossos deveres mesmo no mundo dos negócios. Poderemos realizar coisas admiráveis no mundo, sem necessariamente entrarmos em choque com os outros. Quando o nosso dia de trabalho terminar, poderemos voltar para dentro de nós mesmos a fim de estarmos novamente com Deus. Por fim, poderemos, com total consciência da presença Dele, cumprir os nossos deveres no mundo dos negócios. Se formos calmos e serenos, aconteça o que acontecer, sucesso ou aparente fracasso, nós continuaremos tranqüilos, tendo a certeza que a vontade de Deus está sendo feita.
– A sua nova atividade deverá ser a sua única preocupação agora. Não fique preso ao passado. Aceite as mudanças com equilíbrio e execute num espírito de liberdade divina quaisquer obrigações que surgirem no seu caminho.
– Primeiro medite e sinta a Presença Divina. Impregnado com a consciência de Deus, faça o seu trabalho. Agindo assim, você nunca se sentirá cansado. Se você trabalhar para o seu Querido Divino, a sua vida será plena de amor e energia.
– Seremos vistos neste palco da vida tantas vezes quantas forem necessárias, até nos tornarmos tão bons atores que seremos capazes de representar nossa parte com perfeição, e de acordo com a Vontade Divina. Então o Supremo Diretor dirá: “Você não mais precisará sair!” (Apocalipse 3:12). Você realizou de acordo com a minha vontade e cumpriu bem o seu papel. Você não perdeu a coragem. Agora você voltou para Mim, para ser uma coluna de imortalidade na mansão da minha Eterna Existência.

A PERFEIÇÃO

– Você está maltratando a alma ao mantê-la imersa na matéria, vida após vida, assustada com os pesadelos do sofrimento e da morte. Entenda que você é a alma. Lembre-se de que o Sentimento por trás do seu sentimento, a Vontade por trás da sua vontade, a Força por trás da sua força, a Sabedoria por trás da sua sabedoria, são o Senhor Infinito.Unifique o sentimento do coração com a razão da mente em perfeito equilíbio. No castelo de paz, afaste de si, sempre, a identificação com a posição no mundo e mergulhe na meditação profunda para entender a sua divina realeza.
– Não use seu tempo procurando coisas pequenas. Naturalmente é mais fácil obter outras dádivas de Deus do que a suprema dádiva dEle mesmo. Mas não se satisfaça com algo que seja menos do que o maior.
– Se os outros gastam o tempo com tolices, fique você refugiado em Deus. Você progredirá. Deixe o seu exemplo modificar a vida dos outros. Reforme-se a si mesmo e você reformará milhares.
– “Usando a chave de Kriya*, pessoas que não crêem na divindade de homem algum, contemplarão, por fim, a plena divindade de si mesmas.” * Kriya é uma palavra em sânscrito, cuja raiz é a mesma de kri (fazer, agir, reagir); a mesma raiz se encontra na palavra karma, o princípio natural de causa e efeito. Assim, Kriya Yoga é “união (yoga) com o Infinito por meio de certa ação ou rito (Kriya)”.
– A lua dissipa a escuridão do céu. Da mesma forma, uma alma que é treinada para conhecer Deus, uma alma na qual há a verdadeira devoção e busca sincera e intensa, dissipará a escuridão espiritual dos outros, onde quer que vá.
– Você deve transferir sua atenção do fracasso ao sucesso, da preocupação à calma, da agitação mental à concentração, da inquietude à paz, e da paz à divina felicidade interior. Quando você alcançar esse estado de Auto-Realização, o propósito da sua vida terá sido gloriosamente cumprido.
– Medite incessantemente e logo contemplar-se-á como a Essência Infinita, livre de todo tipo de sofrimento. Deixe de ser um prisioneiro do corpo; usando a chave secreta de Kriya, aprenda a escapar para o Espírito. 

O EQUILÍBRIO

– Os milhões de seres sobrecarregados por laços familiares e pesados deveres mundanos receberão nova inspiração de você, um chefe de família como eles. Mesmo levando vida mundana, o iogue que fielmente cumpre suas responsabilidades, sem apego ou motivação pessoal, trilha firmemente o caminho da iluminação. (…) Novo e doce alento de divina esperança penetrará nos áridos corações dos homens mundanos. Pelo exemplo de seu equilíbrio, eles compreenderão que a libertação depende mais de renúncias internas do que externas.
– Não é através de uma vida inconstante, mas através de uma vida regular e equilibrada, que você receberá as bênçãos dos Mestres. Assim, o mal nunca o usará como um instrumento.
– Trabalhar para Deus, não para si mesmo, é tão positivo quanto a meditação. Então, o trabalho auxilia sua meditação e a meditação auxilia seu trabalho. Você necessita do equilíbrio. Apenas com meditação, você se torna preguiçoso. Apenas em atividades, a mente se torna mundana e você se esquece de Deus.
– Para não impedir sua marcha para o progresso, não transforme coisas banais em importantes, nem se concentre em ninharias em detrimento daquilo que é realmente essencial. Ações meramente impulsivas, incompatíveis com tarefas verdadeiras, são indesejáveis.
– Quer esteja sofrendo nesta vida ou sorrindo em meio à opulência e o poder, a sua consciência deverá permanecer imutável. Se você conseguir alcançar o equilíbrio mental, nada poderá jamais feri-lo. A vida de todos os grandes Mestres mostra que eles alcançaram esse estado abençoado.
– Eu serei calmamente ativo, ativamente calmo. Não me tornarei preguiçoso, nem mentalmente fossilizado. Tampouco serei superativo, capaz de conquistar riquezas, mas incapaz de desfrutar a vida. Meditarei regularmente a fim de manter o verdadeiro equilíbrio.
– O material e o espiritual são duas partes de um único universo e de uma única verdade. Ao enfatizar uma parte ou outra, o homem falha em alcançar o equilíbrio necessário a um desenvolvimento harmonioso… Pratique a arte de viver neste mundo sem perder sua paz interior. Siga o caminho do equilíbrio para alcançar o maravilhoso jardim interior da Auto-Realização.
– Não confunda compreensão com um vasto vocabulário. Os escritos sagrados são benéficos para estimular o desejo de realização interna, se um versículo de cada vez for lentamente assimilado. Do contrário, estudos intelectuais contínuos podem resultar em vaidade, satisfação falsa e conhecimento indigesto.
– Embora você tenha que estar no mundo, não seja do mundo. Os verdadeiros iogues podem falar e se misturar com as pessoas, contudo suas mentes estão sempre absortas em Deus.
– “Milhões de pessoas vivem uma vida unilateral e morrem em estado imperfeito. Deus deu a cada um de nós uma alma, uma mente e um corpo, os quais devemos procurar desenvolver harmoniosamente. Se você viveu até hoje dominado pelas influências mundanas, não permita que o mundo continue lhe impondo as suas ilusões. Daqui por diante controle você mesmo a sua vida; seja o soberano do seu próprio reino mental. Medos, preocupações, descontentamento e infelicidade são resultados de uma vida não governada pela sabedoria.”

A CORAGEM

– Encare o medo de frente e ele deixará de perturbá-lo.
– Ensina-me a ser tenaz e prudentemente corajoso, em vez de freqüentemente amedrontado. Nada temerei além de mim mesmo, quando tento enganar minha consciência.
– Em educação, não se dá bastante ênfase à necessidade por coragem no caráter. Nós temos que aprender a suportar. E o único modo de aprender é suportando. Tendo coragem, vê-se o triunfo brilhante da alma sobre a carne.
– Não leve as experiências da vida tão a sério. Não deixe principalmente que elas o magoem, pois na realidade, nada mais são do que experiências de sonho… Se as circunstâncias forem ruins e você precisar suportá-las, não faça delas uma parte de você mesmo. Desempenhe o seu papel no palco da vida, mas nunca esqueça de que se trata apenas de um papel. O que você perder no mundo não será uma perda para sua alma. Confie em Deus e destrua o medo, que paralisa todos os esforços para ser bem sucedido e atrai exatamente aquilo que você receia.
– Eu rio de todos os medos, pois meu Pai-Mãe, amado Deus, está atentamente desperto e presente em toda parte, com o propósito deliberado de me proteger das tentações do mal.
– Ausência de medo significa fé em Deus: fé na Sua proteção, na Sua justiça, na Sua sabedoria, na Sua misericórdia, no Seu amor e na Sua onipresença… Para alcançar a Auto-realização, o homem tem que estar livre de medos.
– O devoto sábio deve ser prudente, nunca temeroso. Deve cultivar um espírito corajoso, sem contudo se expor imprudentemente a situações que possam despertar apreensões.
– Por Teu nome eu derramei meu sangue, e por Teu nome estarei sempre disposto a derramá-lo. Como um poderoso guerreiro, com os membros ensangüentados, o corpo machucado, a honra ferida e uma coroa de espinhos de escárnio, continuo a lutar sem desanimar. Minhas cicatrizes representam as rosas da coragem, incentivando-me a perseverar na batalha contra o mal. Posso continuar a sofrer golpes nos meus braços estendidos para ajudar os outros, e sofrer perseguição em vez de amor, mas minha alma aquecer-se-á sempre com os raios de sol das Tuas bênçãos, ó Senhor. És Tu quem comandas as batalhas do Teu soldado que conquista para Ti as regiões dos corações humanos oprimidos pela tristeza.
– Não tema nada, mas tente amedrontar o medo… Lembre-se, sejam quais forem os seus testes, você já tem dentro de si a força necessária para enfrentá-los. Deus não permitirá que você seja tentado além da sua capacidade de suportar.
– Agora eu sei que sou um leão de força cósmica. Em vez de rugir, sacudirei a floresta dos erros com reverberações da Tua voz onipotente. Em liberdade divina saltarei pela selva das ilusões terrenas e devorarei tanto as pequenas criaturas das preocupações, das incertezas, quanto as hienas selvagens da descrença. Ó Leão da Libertação, lança sempre através de mim o Teu rugido de coragem que tudo conquista.

COMO SUPERAR A TENTAÇÃO?

– A pior de todas as tentações é a inquietude. Ela é um mal porque mantém a sua atenção no mundo e faz com que você continue ignorando Deus. Se você meditar com regularidade, estará com Deus o tempo todo.
– O mal tem sua força. Se você aderir ao mal, ele tomará conta de você. Se você cometer um deslize, volte imediatamente para o caminho da retidão.
– Quando você permite que a tentação tome conta de você, sua sabedoria se torna uma prisioneira. O meio mais rápido de banir a tentação é dizer de imediato um “não” e sair daquele ambiente em particular; então raciocine mais tarde quando a calma e a sabedoria lhe voltarem.
– Os desejos são os mais infatigáveis inimigos do homem, pois ele não pode satisfazê-los. Tenha apenas um desejo: conhecer a Deus. Atender aos desejos dos sentidos não pode lhe trazer satisfação, porque você não é os seus sentidos. Eles são apenas os seus servos, não o seu Eu.
– A tentação não é nossa própria criação; ela pertence ao mundo de maya (ilusão), e todos os homens estão sujeitos a ela. Mas para poder nos tornamos livres, Deus nos deu a razão, consciência e força de vontade.
– Fazer algo moralmente ou materialmente errado não é a única forma de tentação. Esquecer a alma para se tornar muito envolvido com o corpo e seus confortos também é tentação.
– A tentação é um veneno coberto com açúcar; tem sabor delicioso, mas a morte é certa. A felicidade que as pessoas procuram neste mundo não dura muito. A Alegria Divina é eterna. Anseie pelo que é duradouro, e seja firme em rejeitar os inconstantes prazeres desta vida. Você precisa ser assim. Não deixe que este mundo o controle. Nunca se esqueça que o Senhor é a única realidade… Sua verdadeira felicidade está na sua experiência dEle.
– Você lutará melhor amanhã contra os maus hábitos do que hoje? Por que adicionar os erros de hoje aos de ontem? Você vai ter que se voltar para Deus alguma hora, então não seria melhor fazê-lo agora? Apenas se entregue a Ele e diga: “Senhor, sendo mal ou bom eu sou Seu filho. Você deve cuidar de mim.” Se você continuar tentando, você fará progressos. “Um santo é um pecador que nunca desistiu.”
– Lembre-se que, como um filho de Deus, você está dotado de uma grande força, maior do que jamais precisará para superar todas as provas que Deus lhe enviar.
– O antigo método ortodoxo é negar a tentação, suprimi-la. Mas você deve aprender a dominá-la. Não é pecado ser tentado. Mesmo que você esteja transbordando na tentação, você não é mau; mas se você ceder a tentação, você estará temporariamente preso nos poderes do mal. Você deve erguer em sua volta uma proteção de sabedoria. Não existe força maior para resistir à tentação do que a sabedoria. O completo entendimento colocará você numa posição em que nada poderá tentá-lo para aquelas situações que prometem prazer, mas que, no final, trazem apenas mágoa.
– Quando, devido aos nossos pensamentos errados, caímos no abismo do erro, devemos rezar: “Pai, não nos abandones aqui, mas ergue-nos através da força da nossa razão e da nossa vontade. E quando estivermos fora, se for a Tua vontade continuar a nos testar, faze-Te primeiro conhecido a nós, para que possamos entender que Tu és muito mais tentador que a tentação.

A SIMPLICIDADE

– Tudo tem seu lugar, mas não é bom quando você perde tempo à custa de sua verdadeira felicidade. Eu eliminei todas as atividades desnecessárias a fim de meditar e tentar conhecer Deus, de forma a poder estar dia e noite em Sua Divina Consciência.
– Na vida espiritual a pessoa se torna como uma criança – sem ressentimentos, sem apegos, cheia de vida e alegria.
– Não está errado dizer ao Senhor que desejamos algo, mas demonstramos maior fé dizendo simplesmente: “Pai Celestial, sei que Tu sempre Te antecipas às minhas necessidades. Sustenta-me de acordo com a Tua Vontade.”
– Eu canto um hino jamais entoado por nenhuma outra voz…  A Ti, Ó Espírito, eu não canto nenhuma ária intelectual, premeditada e disciplinada; somente a melodia espontânea do meu coração. A Ti não ofereço nenhuma flor de estufa, regada por emoções cuidadosas; somente as flores raras que crescem espontaneamente nos mais altos píncaros de minha alma.
– “Por que considerar importantes as coisas não essenciais? A maioria das pessoas se concentra no café da manhã, no almoço, no jantar, no trabalho, nas atividades sociais, etc. Simplifiquem a vida e coloquem a mente no Senhor.”
– Pensas que precisas disto e daquilo para ser feliz. Mas independentemente de quantos desejos sejam satisfeitos, jamais terás felicidade através deles. Quanto mais tiveres, mais haverás de querer. Aprende a viver com simplicidade. O Senhor Krishna disse: “Está plena de satisfação a mente daquele cujos desejos fluem para dentro de si mesmo. Este homem é como um oceano imutável, mantido cheio até as bordas pelos rios constantemente ali desaguando. Aquele que abre furos de desejos no seu reservatório de paz, deixando escapar suas águas, não é um muni”
– Meu Guru Sri Yukteswarji relutava em discutir os reinos superfísicos. Sua única aura ‘prodigiosa’ era a da perfeita simplicidade. Na conversação, evitava fazer referências surpreendentes; na ação era expressivo e livre.
– Deus provou que quando Ele está comigo todas as “necessidades da vida” tornam-se desnecessárias. Nesse estado de consciência tu te tornas mais saudável do que a maioria das pessoas, mais alegre, mais próspero sob todos os aspectos. Não procure as pequeninas coisas, elas te desviarão de Deus. Começa imediatamente as tuas experiências: simplifica a vida e sê um rei.
– Nós damos muita importância aos sentimentos, mesmo admitindo que os sentimentos certos são muito agradáveis. Que importância tem o que sentes? Aguenta a parte que te cabe desde que esta seja a vontade de Deus. Age corretamente e no devido tempo os sentimentos corretos de paz e alegria virão.
– É muito maravilhoso estar em sintonia com Deus e confiar implicitamente nEle, estando contente onde quer que Ele o coloque e o que quer que Ele lhe faça, aceitando tudo com humildade e devoção.

A “DEVOÇÃO”

– Desperte a devoção! Lembre-se das palavras de Jesus: “Graças te dou, ó  Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e aos instruídos e as revelaste aos pequeninos”........CONTINUAR LENDO